Manaus enfrenta dias de horror com mais de 100 sepultamentos ao dia

0
377

Manaus enfrenta a maior crise da saúde publica pela qual a Amazônia já enfrentou nos últimos anos. Conforme as autoridades do estado divulgaram, em uma das cidades já estão ocorrendo mais de cem sepultamentos ao dia. Mas conforme o divulgado a maioria não se sabe a causa da morte.

O sistema de saúde do estado do Amazonas enfrenta o maior colapso dos últimos anos, houve uma explosão no número de enterros, o maior cemitério de Manaus teve que abrir valas comuns para dar conta do sepultamento das vítimas. A prefeitura teve de abrir valas, e instalar duas câmaras frigoríficas no cemitério para resguardar os corpos antes do enterro.

Conforme uma nota divulgada pela prefeitura, devido a grande demanda pelo cemitério da cidade, o acesso teve de ser restrito apenas a parentes das vítimas. De acordo com o boletim divulgado pelo estado o Amazonas soma 2.160 casos confirmados do novo coronavírus e 185 mortes. Manaus é o município mais afetado, com 1.772 casos e 156 mortes.

“Não podia deixar de condenar o presidente participar de um comício, aglomerando, e ainda por cima tecendo loas a essa coisa absurda que foi o AI-5. Cassou meu pai, Mário Covas, pessoas acima de quaisquer suspeitas, e que serviam o país. É de extremo mau gosto o presidente participar de um comício, insistentemente contrariando a OMS e os esforços que fazem governadores e prefeitos. Bolsonaro toca diariamente nas minhas feridas”, disparou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.