Fenda gigante na África dividiu a terra em duas

0
936

Você se lembra nos filmes apocalípticos quando o chão de repente, e sem aviso, se racha para dividir um lugar em dois? E vários personagens caíam pelo orifício semeando terror em nossos corações

Nós sempre vimos essa imagem como algo ligado à ficção. Isso não poderia acontecer efetivamente em nossas cidades. No entanto, lamento informar que este momento acabou de acontecer na África.

A África Oriental está se separando do resto da África, com uma rachadura que mudará o continente para sempre. E eventualmente será substituída pelo oceano.

A divisão está acontecendo em um ritmo mais rápido do que o esperado; apresentando desafios imediatos à segurança humana. Maior que o que pode ser manipulado.

Mas não é preciso tanto pânico. Essa separação não acontecerá até milhões de anos, mas alguns geólogos temem que isso já esteja causando problemas notáveis.

A Autoridade Nacional Rodoviária do Quênia (KeNHA) disse ao Daily Nation como uma estrada no Quênia entrou em colapso na segunda-feira (19 de março).

A KeNHA está agora trabalhando para restaurar a estrada colapsada usando preenchimento rochoso, enquanto ordena que os motoristas usem rotas diferentes. No entanto, é relatado que esta é apenas uma solução temporária.

Acredita-se que o rasgo na terra tenha até 15 metros de profundidade e mais de 20 metros de largura, e diz-se que a fenda se estende por cerca de 700 metros.

De acordo com a All East Africa, as pessoas que vivem nas proximidades da rodovia Maai Mahiu-Narok começaram a evacuar suas casas.

O geólogo David Adede acredita que esse colapso ocorreu devido à atividade vulcânica. Processos geológicos, como este, não podem ser evitados porque ocorrem profundamente dentro da crosta terrestre.

David Adede disse que as atividades vulcânicas dentro da região dão uma indicação clara de futuros desastres se medidas não forem tomadas imediatamente.

Falando com a NTV, ele explicou: “O Vale do Rift divide a África em duas placas. Com o que está acontecendo, estabelecemos que uma placa, que é a placa somali, se afasta da outra placa a uma velocidade bem lenta. Num futuro próximo, se isso acontecer, a placa somali se separará da placa núbia.”

Dizem que a placa núbia e a placa somali quebram alguns milímetros a cada ano. Isso ocorre porque uma grande parte do manto da Terra transporta o calor de perto do núcleo para a crosta.

Adede disse: “Há uma grande necessidade de pesquisadores conduzirem um estudo de campo abrangente dessa região, para que eles possam aconselhar sobre onde as estradas e os edifícios residenciais devem ser estabelecidos. Isso pode desempenhar um papel fundamental no tratamento de desastres naturais, caso ocorram”.

Este incidente segue as recentes inundações na área, que supostamente exacerbaram a situação: elas lavaram as cinzas vulcânicas para expor as rachaduras.

Adebe explicou que após a separação da estrada, um grande buraco se abriu e ele engoliu toda a água; resultando em novas rachaduras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.